Seis critérios para escolher um bom software para projetos de móveis

doors-1767563_640

São dois os principais objetivos que qualquer software de projeto de móveis deve atender:

  • Reduzir o processo de design, ou seja, aumentar a capacidade dos projetistas;
  • Reduzir a quantidade de erros de projeto.

De certa forma, todos os softwares de projetos de móveis são semelhantes, porque tentam atingir esses objetivos. No entanto, ao escolher o software adequado para a sua empresa, você precisa fazer pesquisas sobre desafios específicos que o software ajuda a resolver e como um ou outro software aborda esses desafios.

As empresas diferem seus clientes, produtos e estratégias e, portanto, diferentes empresas apresentam diferentes requisitos para o sistema de projetos. É por isso que hoje em dia o mercado oferece tantos sistemas CAD/CAM mais adequados para um ou outro fabricante.

Por isso preparamos 6 critérios para lhe ajudar a escolher o melhor software de projeto de móveis, de acordo com o seu tipo de fabricação.

Proporção de produtos simples e complexos

Não se trata de proporção de quantidade de produção de móveis simples e complexos na empresa. Esta proporção deve avaliar a distribuição do tempo dos projetistas entre projetos de móveis complexos e simples. Se os projetistas da empresa passam bastante tempo na concepção de projetos complexos, seria útil analisar se o software de projeto que eles estão usando tem recursos que os ajudem, como:

  • Possuir recursos necessários para o projeto de móveis complexos;
  • Possuir opções de utilização de diferentes materiais durante o projeto (laminado, metal, vidro, diferentes tipos de madeira, etc.)

Capacidade de atender a produção de toda a empresa

Atualmente, as empresas de projetos de móveis trabalham em várias produções diferentes. Uma empresa pode produzir móveis para hotéis (geralmente esses projetos permitem usar a informação de projetos anteriores), móveis para navios (o que é absolutamente único) e, além disso, alguns móveis estofados (onde as estruturas devem ser projetadas). Estes são três segmentos diferentes, que sempre podem mudar ou mesmo aumentar. Algumas empresas tentam cobrir todas as necessidades comprando um software diferente para cada segmento. Como você já deve ter adivinhado, essa maneira de resolver a situação aumenta os custos de operação do software consideravelmente. É por isso que o ideal é que você encontre um sistema que permita projetar todos os tipos de produtos da empresa, que seria..

Uma plataforma de software de projetos de móveis

Os projetistas da sua empresa são divididos em tipos de projetos de móveis ou em tipos de clientes? Se esse não for o caso, os projetistas devem ter a capacidade de projetar diferentes produtos, trocar informações e ter a capacidade de serem substituídos. Se a empresa usa muitos sistemas diferentes – a troca ou substituição é quase impossível.

Integração de software de projeto de móveis com ERP

A transferência de dados de projeto operacional e sem erro para o sistema ERP é crucial para todas as empresas. Os dados de projeto são parte do processo de fabricação do produto. Se os dados de projeto não estiverem corretamente incluídos no ERP, o sistema de gerenciamento de negócios não executa uma das mais importantes das suas tarefas – não fornece informações para o gerenciamento operacional.

Capacidade de criar seus próprios modelos

Os modelos padronizados de produtos economizam uma grande quantidade de tempo de projeto, quando a tipologia dos projetos é a mesma que foi criada anteriormente. Esta é uma característica da maioria dos sistemas de software de projetos de móveis. Mas o que diferencia um software do outro é o quão fácil você consegue criar esses modelos. Se colocarmos todos os softwares em escala, em uma das extremidades encontraríamos sistemas, que podem usar qualquer produto projetado como modelo. No meio, haveria sistemas, que requerem habilidades especiais ou mesmo ferramentas para criação de modelos. Por outro lado, poderíamos ver sistemas, onde os modelos só poderiam ser fornecidos pelos desenvolvedores de software.

Competência do fornecedor da solução

Por último, mas não menos importante – escolha um especialista do mercado para fazer a implementação em sua empresa. A competência é um fator chave para a implementação bem sucedida da solução e o funcionamento do software. Se você tentar ignorar a implementação e limitar-se com os treinamentos, o melhor resultado que você pode esperar não é o software totalmente explorado, e o pior cenário é que o software não será usado e o designer retornará à forma antiga de projetar.


Este é o nosso breve ponto de vista e esperamos que isso o ajude a decidir, pelo menos, onde prestar atenção primeiro. Lembre-se de que, embora sua maneira de projetar ainda esteja funcionando, existem novas formas que podem ajudá-lo a fazê-lo de forma mais rápida e eficiente.

Woodwork for Inventor Team

Anúncios
Publicado em Uncategorized, Woodwork, Woodwork for Inventor | Deixe um comentário

Primeiro passo do Woodwork for Inventor na América Latina!

Há algumas semanas, o QG do Woodwork for Inventor na Lituânia escreveu uma matéria em seu blog oficial falando sobre as ações da empresa na américa latina.

Confira a tradução da matéria original:


Ótima novidade para fabricantes de móveis no Brasil!

Finalmente estabelecemos uma parceria com o Sr. Neimar J. Chiapetti, que realizou um ótimo trabalho apresentando o Woodwork for Inventor para o mercado brasileiro. Como resultado, há algumas semanas atrás, assinamos um contrato com o SENAI de Santa Catarina. O SENAI é parte da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que é uma das principais entidades linkadas ao desenvolvimento industrial do Brasil. Essa parceria é muito importante para nós e estamos muito entusiasmados com isso. Além disso, o Brasil é nosso primeiro passo na América Latina, e estamos muito orgulhosos disso.

Site Oficial e Webinar em Português

Há uma grande novidade para quem fala português também. Com uma ajuda de nosso parceiro, nós traduzimos nosso site oficial para português! Agora ele está disponível em 9 idiomas diferentes!

Por ultimo, mas não menos importante, há algumas semanas realizamos um Webinar em português, apresentado pelo Sr. Welinton Zanotto. Se você quiser assistir a gravação, clique aqui. Haverão mais webinars no futuro e se você quiser saber as datas exatas, por favor, assine nosso blog.

Abaixo, algumas imagens da formalização da parceria com o SENAI SC.

Publicado em autodesk inventor, inventor, Woodwork | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Inserir acessórios em projetos de móveis com dois cliques!

iMatch iParts & iAssembly with two clicks

Para quem já está familiarizado com iParts e iAssemblies do Autodesk Inventor, é simples entender e aplicar essa técnica. Mas, e se você tiver 20, 30 componentes para alterar? Então que a função iMatch entra em cena, aumentando a velocidade desse processo.

imatch1a

Nesse exemplo, iremos alterar a posição das cavilhas para fora.

imatch1

Selecione iMatch na Ribbon do Woodwork for Inventor.

Selecione o acessório que está posicionado corretamente.imatch3

Agora, selecione o componentes que precisa ser alterado, para ficar igual ao anterior.imatch4

Repita nos demais componentes.

Uma forma muito produtiva de alterar múltiplos componentes.

Publicado em autodesk, Uncategorized, Woodwork, Woodwork for Inventor | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Woodwork for Inventor – Software CAD/CAM para Móveis

O Woodwork for Inventor é um software CAD/CAM integrado ao Autodesk Inventor, que o transforma em uma ótima ferramenta para projetos de móveis e outros itens de madeira.

pic14O Woodwork for Inventor é indicado para qualquer tipo de projeto em que seja utilizada madeira como matéria prima, seja para objetos retilíneos ou torneados.

O Woodwork for Inventor está disponível em Português, Inglês, Francês, Alemão, Russo, Polonês, Espanhol e Italiano.

Download Woodwork for Inventor

Veja abaixo uma demonstração rápida!

Publicado em autodesk, CAM, inventor, móveis, projetos, Uncategorized | Deixe um comentário

Autodesk Spark – Impressão 3D da Autodesk

Por Carl Bass – Presidente e CEO da Auttodesk

Durante anos, estive fascinado pela premissa e frustrado pela realidade da Impressão 3D. Hoje, a Autodesk anunciou duas contribuições para tornar as coisas mais fáceis. Primeiro é um “open software” de uma plataforma para impressões 3D, chamada Spark, que tornará mais confiável e simples imprimir modelos em 3D, e mais fácil de controlar como o modelo é atualmente impresso. Segundo, estamos apresentando nossa própria impressora 3D que servirá como referência para a implementação do Spark. Ela irá demonstrar o poder da plataforma Spark e determinará um novo “benchmark” para a experiência dos usuários de impressoras 3D. Juntos, irão fornecer blocos de construção que projetistas de produtos, hardware, manufatura, desenvolvedores de softwares e cientistas de materiais podem utilizar para continuar a explorar os limites da tecnologia de impressão 3D.

O Spark terá licenciamento aberto e gratuito para fabricantes de hardware e quem mais tiver interesse. O mesmo para a impressora 3D – o projeto da impressora será disponibilizado ao público a fim de permitir maior desenvolvimento e experimentação. A impressora será capaz de utilizar uma ampla gama de materiais, feito por nós (Autodesk) e por outros, e estamos ansiosos para explorar novos materiais.

O mundo está apenas começando a perceber o potencial dos aditivos para fabricação e com o Spark, nós achamos que muito mais pessoas incorporarão a impressão 3D em seus processos de engenharia e manufatura. Nos próximos meses trabalharemos com fabricantes de hardware para integrar a plataforma Spark com as impressoras 3D atuais e futuras. Tanto a impressora 3D quanto a plataforma Spark estarão disponíveis esse ano ainda.autodesk-spark-3d

A impressão 3D tornará possível criar todo tipo de coisas que criamos hoje, melhor, e criar um monte de coisas que nós ainda nem imaginamos. Se você está interessado em trabalhar com a gente, cadastre-se em www.autodesk.com/spark

FONTE

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Treinamento de Revit – 5 Dicas para Criar um Grupo de Usuários de Sucesso

Sabemos que resolver problemas por nós mesmos nem sempre é prático. Às vezes, precisamos de ajuda, ou simplesmente de alguém que os resolva! E você provavelmente já experimentou o fenômeno que o melhor caminho para aprender algo é ensinar outra pessoa.

Colocando essas idéias juntas, você tem um grupo de usuários de Revit. Internamente, essas discussões podem ser uma ótima forma de disseminar o conhecimento coletivo do seu time e expandir o seu conhecimento: ensinando!

Seguem 5 dicas de como criar um grupo de treinamento de Revit em seu escritório!

1. Estabeleça um tempo de discussão regular. Isso pode soar simples, mas é sério: coloque-o no calendário! Se você estabelecer a reunião do grupo de discussão de Revit sempre nesse dia, nesse horário, as pessoas irão lembrar-se mais facilmente. Utilize o outlook (ou o calendário da sua preferência) para criar reuniões em intervalos regulares. Você pode escolher toda terça-feira pela manhã ou quarta-feira as 11:30, ou a terceira quinta-feira todo mês. O “quando” é menos importante quando você define no calendário uma data e a coloca em prática. Não cancele muitos dos encontros, senão criará a expectativa que você SEMPRE os cancela.

2. Convide todo mundo! Não seja avarento com os convites. Deixe claro que, qualquer pessoa que possa ser potencial para utilizar o Revit em seu escritório seja bem vindo a juntar-se à discussão. Se alguém não utiliza o Revit ainda, é uma ótima oportunidade para aprender a linguagem BIM. Serve ainda para você ter outra perspectiva sobre o software – o que é óbvio, pois o que você aprende é diferente do que o outro aprende.

3. Tenha uma agenda. Independente do que você faça, você não pode aparecer para uma reunião de Revit sem ter uma lista de tópicos para discutir. Podem ser dicas que você viu em blogs, questões pendentes da ultima reunião, ou questôes reais que você possa ter vivenciado. Traga uma lista – a maior que você puder – é bem melhor você ter assuntos demais do que de menos. A melhor maneira de fazer isso é compartilhando um documento em que todos possam adicionar tópicos, assim todos podem inteirar-se do assunto antes da reunião. O que não for discutido nessa, entra automaticamente na próxima!

4. Encorage a discussão. Os melhores grupos de Revit não lêem. Você pode ser o melhor usuário de Revit da sala, mas a reunião não é o lugar para provar isso. Ao invés disso, apresente sua dica ou problema, depois convide seu grupo para conversar, questionar e debater a informação recém repassada a eles. Sempre há mais de uma maneira de completar uma tarefa com o Revit. Abrindo a discussão ao seu grupo de participantes, você pode discutir os prós e contras de cada forma, ou definir uma forma padrão para incluir no manual de Revit do seu escritório. (Mas, isso é um tópico para outro dia..).

5. Compartilhe a responsabilidade. Mesmo que você esteja liderando o grupo, você não precisa fazer todo o trabalho sozinho. Peça para seu grupo para preparar uma curta dica ou exemplo para compartilhar com os outros. Encoraje todos a compartilhar suas experiências. Você tem uma pausa, e seu time ganha a oportunidade de construir a sua própria expertise. Mantenha as reuniões e, logo, sua equipe será composta inteiramente por experts!

Tem alguma dica de Revit para compartilhar no blog? Deixe seu comentário! =)

FONTE

Publicado em revit | Marcado com , , , , | 2 Comentários

O que há de novo no Autodesk Inventor 2015 – Parte 3

Terceira parte dos posts relacionados às novidades do Autodesk Inventor 2015.

Clique aqui para ver a primeira parte.

Clique aqui para ver a segunda parte.

Vamos lá!

GERAL

O Gerenciador de Aplicações do Autodesk Inventor o mantém atualizado!

Facilmente você pode manter-se atualizado com as ultimas atualizações sobre suas aplicações Autodesk 2015 e suites. O gerenciador de aplicações o alerta sobre novos Service Packs ou outras pacotes importantes que tornarem-se disponíveis.

Quando você decide aplicar uma atualização, a gerenciador de aplicações faz o download dos arquivos da nuvem e instála-os em sua máquina. Para mais informações, abra a sua Barra de Tarefas do Windows no canto inferior direito e dê um duplo clique image   , selecione Open. Na caixa de diálogo da Barra de Tarefas, selecione Help.

A caixa de diálogo Aplication Options agora tem o tamanho ajustável. Selecione qualquer canto da mesma para redimensionar.

image

Melhoramentos nos Workplanes tornam a modelagem mais fácil. Você pode renomeá-los no Browser. O nome do Workplane agora aparece também na janela gráfica.

Criação de um plano de trabalho “médio” entre faces paralelas ou não-paralelas.

Utilizando o comando Plane na aba 3D Model, painel Work Features, você pode criar um midpoint entre duas faces paralelas ou não-paralelas em uma peça ou montagem. No ambiente de Montagem, é necessário que as faces sejam de componentes separados. O resultado do plano de trabalho é orientado pela UCS, e ficará à frente do primeiro Workplane selecionado.

Melhoramentos na Ribbon

Simplificação nas abas 3D Model e Sketch

A Ribbon está simplificada para aparecer, por padrão, os comandos mais usados. Esse melhoramento reduz a confusão e torna mais fácil o acesso aos comandos mais utilizados. Aqui estão as principais melhorias:

Painéis 3D Model e Sketch Simplificados

Vários comandos foram movidos do painel principal para subpainéis, ou para uma lista flutuante no painel. Por exemplo, no arquivo de peça (.IPT), o painel Modify da aba 3D Model foi simplificado para mostrar alguns comandos por padrão. As outras variações do comando Modify foram movidos para um menu suspenso ou no comando extendido Modify:

image

Mais Painéis Oculdos por Padrão

Painéis utilizados com menos frequência ou comandos com pontos de acesso duplicados estão escondidos agora para otimizar espaço no espaço de trabalho. Você tem mais espaço agora para visualizar e trabalhar com modelos. Por exemplo, na aba 3D Model, os comandos Primitive, Parameters, Measure, Plastic Part, Harness, iPart/iAssembly, Simulation e Convert estão escondidos por padrão.

Acesso aos Painéis Utilizando o Novo Ícone Show Pannel 

Você pode acessar os painéis escondidos facilmente para torná-los visíveis. Cique em Show Panel image , depois clique no painel para colocá-lo em uma aba ativa.

image

Aba Sketch sempre disponível

A aba Sketch está sempre disponível na ribbon em arquivos de Peças (.ipt), Montagem (.iam), e Detalhamento (*.dwg e *.idw). Além disso, o painel Draw foi renomeado para Create quando você estiver em um arquivo de peça.

Melhoramentos adicionais da Ribbon

Mais flexibilidade com opções de redimensionamento de botões

Duplo clique na Ribbon para acessar o redimensionamento dos botões. Você pode configurar os botões para grande ou normal. Com esse controle de tamanho dos botões e a possibilidade de desagrupar botões, esconder ou reorganizar painéis, você pode otimizar a Ribbon forma mais produtiva para seu trabalho.

Acesso os menu Help por botões customizados

Posicione seu cursor sobre o ícone que você requer ajuda, e pressione F1 para acessar o help daquele botão.

Novas configurações na aba Application Options – Hardware

Na nova configuração, a configuração Compatibility foi substituído por Conservative na aba Application OptionsHardware. A opção Conservative fornece uma melhor experiência nas configurações de Qualidade e Performance.

A instalação do Autodesk 360 agora é uma opção

O Autodesk 360 permite que você conecte seu produto Autodesk com os serviços em nuvem Autodesk 360, e proporciona-lhe a opção de sincronizar arquivos em nuvem com seus arquivos locais.

O Autodesk 360 agora está disponível como um componente compartilhado na instalação. Pode ser desmarcado, prevenindo sua instalação, ou ainda pode ser marcado para ser instalado depois.

———————

Nos próximos posts, veremos Modelagem, Chapas Metálicas, Sketch, Montagem, Detalhamentos, Comunicação e Interoperabilidade e Ferramentas de Administração CAD e Aprendizado.

Fique ligado aqui no melhor blog sobre tecnologias CAD!

Enjoy!!!

Publicado em inventor | Marcado com , , , , | Deixe um comentário